sexta-feira, 3 de abril de 2009

Edredon e coberta patch do meu filho

Fiz essa coberta e esse edredom todinhos e sozinha!! Comecei a fazer o edredon uns dois meses antes de engravidar do meu filhotinho. Já contei que fiz muitas coisas do enxoval no ano anterior à gravidez? Pois é. Dizem que não dá sorte fazer o enxoval antes de sentir o bebê se mexendo, mas ignorei o aviso! Já que era a segunda gravidez e na primeira não deu tempo de fazer quase nada (e nem por isso deu certo)!


Engravidei pela primeira vez em fevereiro de 2006 meio que sem querer. Tínhamos acabado de comprar nossa casa e logo na semana em que mudamos descobri que estava grávida. Pouco antes de completar 4 meses perdi o bebê sem nenhuma justificativa. O médico investigou todas as possíveis causas, mas não descobriu nada! Foi um ano muito difícil!! As pessoas continuam perguntando como está a gravidez por muito tempo... Sem contar aquelas que perguntam se o bebê já nasceu!!

Bem, passei o inverno costurando, tricotando e crochetando, pois já planejava engravidar novamente!! Fiz muitos casaquinhos, sapatinhos, mantas em tricô e crochê! De troco presenteei muitas amigas com peças para seus enxovais! É estranho como todas as amigas conseguem engravidar quando não conseguimos!!

No final do ano decidimos que já era tempo de recomeçar e em janeiro já estava grávida! Mesmo com todos os cuidados tive problemas e passei 40 dias deitada, só para começar! Depois tive que fazer um repouso controlado, ou seja, nada de escadas (a da minha casa podia ser percorrida 2 vezes durante o dia), caminhadas somente de 15 min a cada 2 dias, fisioterapia 2 vezes por semana,... e sem contar todo o enjôo que foi até a última semana de gravidez!! É claro que para finalizar não consegui ter um parto natural como tinha planejado!

Todos os problemas acabaram aí!!

Depois que o bebê nasceu tudo ficou perfeito!! Alguns chorinhos de cólica? Poucas horas de sono? Tudo isso foi fácil de passar depois de 2 longos anos cheios de dificuldades maiores!!


Passei a gravidez fazendo o enxoval. Fiz tudo o que pude e encomendei poucas coisas. Dizem que os bebês que ouvem música antes de nascer, ficam calmos ao ouvi-las depois. Pois o Artur deveria acalmar-se ao ouvir o barulho da máquina de costura, se assim fosse.


Era para escrever sobre a coberta e o edredom, mas sei que muitas mulheres estão passando ou já passaram por dificuldades parecidas com as minhas... Assim: vale a pena ser persistente e acreditar que tudo acontece na hora certa em nossas vidas, só não sabemos que hora será essa !



Por fim, recomendo para quem está pensando ou tentando engravidar e para quem está pensando ou tentando adotar (o que não deixa de ser um processo de gravidez também), que faça o enxoval e que não desista e dê tudo de presente a cada frustração!


É um momento tão gostoso em nossas vidas que não deve ser desprezado!!


Digo isso porque tive amigas que desistiam a cada pouco e davam tudo. Também tive amigas que adotaram bebês e que hoje não sentem falta de terem tido uma barriga, mas que sentem falta de terem feito um enxoval. Acho que é um tempo de preparação / meditação que não deve ser ignorado!!


Ah, a coberta e o edredom?? Pois então, aqui estão eles!!



A coberta é de quadrados bem simples. Usei pedaços de todos os retalhos que combinavam com verde. Não tem 2 repetidos. O bordado inglês não podia faltar...





O diferencial é o avesso feito em soft. Assim, fica bonito e macio de um lado, e fica fofo e quente do outro. Fiz antes de saber se seria um menino ou uma menina, por isso da cor verde! Não cheguei a fazer o quilt nessa peça...

O edredon já é mais elaborado.




O bloco é bem tradicional, fácil de ser feito (em qualquer revista sobre patch é um dos primeiros ensinados) e acho lindo!!



Costurei o topo à máquina, primeiro os blocos usando a técnica do nine-patch e agrupando os blocos, depois fiz o sanduíche com a manta e o tecido do verso e quiltei tudo a mão! Fiz várias bolhas em um dedo e um rendilhado noutro, pois não tinha dedal que servisse nos meus dedos, que são fininhos! Até agora não tenho!! Terminei no Natal de 2006, pouco antes de engravidar!!


Quantas recordações!!! Acho que existem muitas vantagens em fazer os enxovais:
- Fazemos coisas do nosso gosto
- Fazemos coisas melhores do que se fôssemos comprar prontas
- Gastamos menos dinheiro
- São peças personalizadas
- Relaxamos


Precisa algo mais??!!

...

16 comentários:

Nilda Biagio disse...

Olá Lia
Peças lindas...e carregadinhas de muito amor!!!!
Bj
Nilda

Carina87 disse...

Olá linda!

Estão muito giros, adorei...

Felicidades para ti e para a família...merecem...

Beijinhos e bom fim-de-semana...

Isadora disse...

AFFFF. acho que só vou conseguir fazer uma colcha dessas para meu NETO! (bom, como não pretendo engravidar novamente...)
Tudo muito lindo, amei!
Quando eu estava grávida nem fazer ponto cruz eu sabia ainda, a única coisa que fiz para o Chico foram uns quadrinhos que pintei para o quarto, qualquer dia posto lá no blog.
Bjão

Dina disse...

Ficou muito lindo esse trabalho e a idéia do soft também.

Obrigada pela visita.

beijos
Dina

Maria Filomena disse...

Lia, que história!!!!... nem sempre é fácil atingir os nossos desejos... Voce venceu e apesar de todo o sacrificio veio o seu filho. Parabéns....Quanto aos trabalhos parabéns na mesma... são lindos... um grande abraço e bom fim de semana.....de Maria Filomena

Sonia Facion disse...

Lia, olá!!!

Não conhecia a sua história de vida tão marcante e insentivadora.

Que Deus continue a dar-te essa sabedoria, para que possamos desfrutar da tua presença com palavras amáveis e insentivadoras.

Lindo o edredon!!!

Abençoado fim de semana.

Bjks no C2

Sonia

c@prichos d@ Agulh@ disse...

Olá Lia!
Amei o edredon,o carinho está bem visível!
Bom fim de semana
Bjinhos

Meus Netos...Minha Fortuna!!! disse...

Olá amiga

Primeiro Parabens pelos lindissimos trabalhos que confeccionaste para o teu filhote com tanto amor e carinho!
Estão sem dúvida uma beleza!

Quanto á tua perda do primeiro bébé, eu sei dar-te o valor, pois a minha filha, que foi mãe pela primeira vez a 1 de Janeiro de este ano do meu "Nenuco" também teve há dois anos um aborto espontâneo com 8 semanas de gestação!

Tu sabes, que nós mães sentimos as dores dos filhos!

Felicidades para ti, filhote e restante familia.

Um grande beijinho
Vóvó Cassilda

Keli disse...

Nossa que capricho! Um dia eu chego lá! Um beijo e ótimo final de semana, Keli.

Sabrith disse...

Minha filha faleceu com 2 meses e 5 dias de idade, pois nasceu de 6 meses, por causa das minhas complicações renais.
Isso vai fazer um ano em maio, ela faleceu no dia seguinte ao dia das mães, estava na UTI por um erro médico que não diagnosticou uma pneumonia.
É doloroso demais... mas não dei nada! Ela tinha tudo, até babá eletrônica.
Nos apertamos e ainda estamos pagando o berço e a cômoda. Sabe o que é isso?
Bom... não dei nada porque (não posso tentar gravidez de novo, é suicídi), mas vou adotar.
Não desisto!
Deus me permitiu sentir um bebe crescer dentro do mer ventre, mas como ela era especial demais, Ele levou para junto dEle, mas vou ter uma que vai nascer do coração.

Ana Maria disse...

Querida Lia, gostei desta tua coragem para partilhares connosco
este pedaço tão difícil da tua vida! Felizmente foste recompensada
com um filhote lindo, aposto. Trabalhas maravilhosamente o patchwork! Eu nunca me atrevi.Obrigada pela tua visita e pelo comentário (o prato que gostaste, são papoilas:)) flores do campo aqui em Portugal).
Beijinhos

Chocolate disse...

olá!!
boa semana! beijinhos!

Conceição disse...

OLÁ TUDO BEM COM VC? ESTOU PASSANDO PARA COFERIR AS NOVIDADES São LINDAS PARABÉNS...AMEI O SEU BLOG...BEIJOKAS E UMA LINDA SEMANA...Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando....Porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive, já morreu...
Luis Fernando Verissimo

εïз Andrea Cris εïз disse...

Olá Amiga
Obrigada pelo Carinho eu fico muito Feliz em ter a sua Amizade .....Estamos muito Felizes com a gravidez e tambem estou muito Feliz em poder estar aqui de volta nesse nosso lindo mundinho
Adorei as novidades que Lindas
Amiga vc teve muita forças nesse momento dificil e Deus esteve sempre ao seu lado ,na minha primeira gravidez foi muito dificil eu tive que tomar muitos remédios e injeções para segurar o bebê e muito repouso mas graças a Deus deu tudo certo,
BOM DOMINGO
Bjs
Andrea

Carla disse...

Lia, eu já disse que você escreve lindamente? Se não disse, eis aqui que vai agora: Lia, você escreve lindamente!

Sua escrita e seus trabalhos são, sem dúvida, atrativos para o seu blog, porque, aqui, encontramos não somente trabalhos lindos, mas também narrativas - umas mais curtas, outras mais longas - sempre cheias de emoção e doçura, além de estarem sempre com um pé fincado na época do ano da postagem. Achei lindo, generoso (e como aplico essa palavra a você e a seus gestos!), você compartilhar uma história tão íntima sobre sua luta para ser mãe exatamente no mês em que se comemora o dia das Mães e, com ela, ter tocado tanta gente, como a Sabrith, acima, e a senhora cuja filha também sofreu um aborto natural. Tudo porque sua escrita é lisa, sem afetação, despretensiosa; do mesmo jeito que seus trabalhos. Você faz peças lindas e depois diz: "qualquer revista de patch ensina a fazer". A diferença que vemos está, contudo, no carinho que as suas peças foram feitas, o cuidado com os detalhes e até o rendilhado no dedo, além da bolha no outro, como resultado de tanto amor de mãe!

Parabéns, querida, pela artesã maravilhosa que você é, pelos trabalhos lindos, pelas narrativas encantadas, pela fada que você é, mesmo na realidade!

Marcia Hilleshein disse...

Oi, Lia.
Gostei muito de seu blog e sua narrativa é emocionante. Eu costumo dizer ao meu marido que quero ficar gravida por 11 meses pra ver se dará tempo de fazer tudo o que quero para meu bebê... mas ainda não sei quando será isso. Quando vc fez um enxoval escolheu uma cor só para tudo?
Bjs

Poderá interessar também

Blog Widget by LinkWithin